Anuncie aqui

Prêmio foi recebido pelo prefeito Juninho da Padaria na quinta-feira.

Rio Claro foi uma das cidades premiadas na sétima edição do Prêmio Ação pela Água criado pelo Consórcio PCJ. O município foi premiado pelo projeto “Pequenos Viveiros, Pequenos Produtores”, desenvolvido pela prefeitura, por meio das secretarias municipais da Educação e do Meio Ambiente. O projeto, voltado para alunos das escolas municipais, visa a recuperação de nascentes e mananciais da cidade. Além do Prêmio Ação pela Água, Rio Claro recebeu medalha de reconhecimento ao trabalho do município em prol da qualidade da água.

A cerimônia de premiação foi realizada na noite de quinta-feira (17) em Valinhos e fez parte da comemoração dos 30 anos do Consórcio PCJ. “Este prêmio é de toda a nossa cidade. Uma ação muito bem executada com nossas crianças, que aprendem a cuidar das sementes e mudas de árvores para um propósito louvável que é a recuperação de nossos rios”, disse o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ao receber o prêmio das mãos do presidente do Consórcio PCJ, Benjamim Bill Vieira de Souza.

Anuncie aqui

O projeto de Rio Claro ficou entre os três finalistas na categoria “Municípios Associados”, dentre 90 projetos inscritos. O projeto rio-clarense conta com apoio das secretarias municipais de Agricultura e Esportes e Turismo, da Câmara Municipal e do Consórcio PCJ. A iniciativa é voltada para escolas municipais, onde alunos cuidam de sementes e produzem mudas, acompanhando sua evolução para, após período de maturação da muda, realizarem plantios em projetos de arborização e recuperação de mananciais e nascentes da cidade.

“O objetivo é proporcionar às crianças contato com a natureza, através da experiência da germinação, do crescimento das mudas e do plantio”, comenta o coordenador de Educação Ambiental da Secretaria Municipal da Educação, Edison Andrade, que também participou do evento. “Esse projeto está incorporado às ações ambientais realizadas ininterruptamente nas escolas municipais durante todo o ano letivo”, acrescenta.

Também participaram do evento o vereador Júlio Lopes, presidente do Conselho Fiscal do Consórcio PCJ; Ricardo Pires de Oliveira, diretor de Gestão, Projetos e Planejamento do Daae; e Roberto Foresti Junior, engenheiro da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Anuncie aqui