Galo Azul busca a reabilitação na Copa Paulista - Foto: Renan Riggo
Anuncie aqui

O comandante do Rio Claro tem se mostrado descontente com a falta de opções para a escalação do time titular

O Rio Claro busca a reabilitação na Copa Paulista após ser derrotado pelo XV em Piracicaba pela 2ª rodada do certame. No próximo domingo (07), o Galo Azul recebe a Internacional de Limeira no Schmidtão, às 10h00, em partida válida pela 3ª rodada da competição estadual.

O técnico da equipe rioclarista falou sobre o confronto contra os limeirenses e também sobre os reforços que chegaram nos últimos dias. “A equipe da Inter foi toda desmontada, praticamente. Ficaram poucos jogadores da última Série A2. Acredito que os times que mais sofreram com os desmanches fomos nós e o Noroeste. A realidade é essa”, comentou Edson Vieira.

Anuncie aqui

“O time do Velo foi quase todo mantido. O XV se manteve e conta com um investimento muito alto, talvez o maior da competição junto à Ferroviária. Aqui no Rio Claro, vivemos uma situação de remontagem e na parte principal, que é a defesa, nós só temos o Bahia, que é ainda muito jovem. Estou improvisando o Roger Bernardo na zaga. É um pecado! Ele rende muito mais como volante, que é a sua posição de origem”, complementou Vieira.

DÚVIDAS

O comandante do Rio Claro tem se mostrado descontente com a falta de opções para a escalação do time e não esconde que o plantel ainda precisa de mais reforços.

“Eu não tenho jogadores. Meu pedido ao presidente tem sido esse. Eu sei que não há um grande investimento na Copa Paulista, mas está sendo muito duro para mim. Estamos em busca de atletas e, apesar de tudo, não passamos vergonha em nenhum jogo. Até agora, enfrentamos dois times prontos (Velo e XV). Nós ainda não estamos prontos. Estamos trabalhando jogo a jogo para ver se conseguimos, daqui a umas três rodadas, estarmos em um patamar no qual possamos brigar de igual para igual com os outros times”, declarou Edson.

A respeito do próximo adversário do Galo Azul, Edson Vieira demonstrou muita deferência, mas acredita que esse não será o jogo de maior importância para sua equipe na competição. “Acho que o jogo mais importante para nós foi o do Velo. Em termos de rivalidade, não dá para colocar a Inter e o XV no mesmo nível. A história do futebol tem que ser respeitada. Clássico mesmo é contra o Velo”, enfatizou.

“Certamente, será uma partida difícil contra a Inter. O time deles, assim como o nosso, também não está pronto. É uma equipe que ainda vai crescer muito no campeonato. O Vallim deixou marcas positivas lá. Os jogadores que permaneceram carregam o legado de ter levado o time para a A1. Temos que ter muito respeito, já passei isso ao meu grupo, mas, obviamente, vamos buscar a vitória”, completou Edson Vieira.

Por fim, novamente o treinador do azulão deixou clara a necessidade de mais atletas e falou a respeito dos reforços que chegaram. “Preciso de mais dois ou três zagueiros, isso é essencial. Preciso de um lateral direito também. O Gabriel (novo contratado) joga de volante ou segundo volante. O Tadeu (novo centroavante) dispensa apresentações. Onde sentimos mais é na defesa. Estamos em busca de arrumar esse setor. O Tadeu, se cair no BID, começa jogando no domingo”, finalizou.

NOVO REFORÇO

O experiente centroavante Tadeu, com passagens por grandes clubes nacionais e também com experiência no futebol internacional, falou a respeito do novo desafio vestindo a camisa do Rio Claro F.C.

“É um time centenário, que tem muita história e tradição. Sabemos das dificuldades em disputar a Copa Paulista, principalmente pela questão financeira, pois o investimento não é alto e não há tanto incentivo. No entanto, as expectativas são grandes! Temos um elenco bom e bem jovem, com jogadores que querem aparecer e buscar espaço. Também contamos com a minha experiência, a do Roger e a do Sapeka. Temos consciência que podemos realizar um belo trabalho. Vim para somar do melhor modo possível”, declarou o novo centroavante rioclarista.

Até por conta disso, a provável escalação para encarar o Inter será: Vinícius Nigre; Paulinho, Bahia, Roger Bernardo e Boré; Klauber, Rodrigo, Nelsinho e Vitor Braga; Tadeu e Gustavo Sapeka.

Fonte: Futebol Interior

Anuncie aqui