João Dória e Aldo Demarchi durante visita a indústria cerâmica
Anuncie aqui

A redução de 37% para 23% no preço do gás natural fornecido às indústrias a partir de março, conforme o governador João Dória anunciou na última sexta-feira (22) durante reunião de secretariado, foi uma medida necessária e de bom senso na avaliação do deputado estadual Aldo Demarchi. “Quando a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo – Arsesp determinou esse aumento absurdo no início de fevereiro, procurei o vice-governador e secretário de governo, Rodrigo Garcia, e pedi que tomasse providências para rever a medida”, recorda Demarchi.

Segundo ele, a solicitação foi reforçada dias atrás diretamente a João Dória em contato por telefone. “Mencionei pontualmente o impacto da majoração em quase 40% no valor do gás nos custos de produção de pisos e revestimentos cerâmicos, que responde por muitos empregos e arrecadação tributária em Santa Gertrudes, Rio Claro e outras cidades da região”, destaca o deputado.

Anuncie aqui

Ele afirma que o governador se mostrou sensível ao problema e disse que o percentual do reajuste seria reavaliado. “Assim, ele mantém o compromisso que assumiu na campanha eleitoral de apoiar o setor ceramista, quando visitou a Aspacer e uma empresa ceramista a nosso convite”, lembra Aldo Demarchi.

Anuncie aqui