Anuncie aqui

Nota 9,6 foi concedida pela Cetesb que avaliou a estrutura e a operacionalidade do aterro local.

Em nova avaliação da Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo), o aterro sanitário de Rio Claro recebeu a melhor nota dentre os aterros públicos do estado de São Paulo: 9,6 num total de 10. A pontuação foi obtida em avaliação da estrutura do aterro em diversos quesitos, como as condições da balança, isolamento físico e visual, drenagem do chorume e dos gases, dentre outros aspectos.

Destaque para a compactação e o gerenciamento total dos resíduos que foram os diferenciais para Rio Claro receber essa nota, a melhor obtida pelo aterro desde o início de sua operação.

Anuncie aqui

“A obtenção dessa excelente pontuação é uma grande conquista para o município, que demonstra a preocupação e o respeito da nossa administração pelo meio ambiente”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria.

A cada quatro meses e sem aviso prévio, a Cetesb faz a avaliação do IQR (Índice de Qualidade do Resíduo) dos aterros do estado. Além dos quesitos já citados, os investimentos e melhorias feitos pela atual gestão no aterro foram determinantes para a avaliação de destaque.

“Com a aquisição de novos equipamentos, melhoramos a operacionalização e aumentamos a eficiência da execução dos serviços no aterro, o que possibilita uma melhor compactação dos resíduos gerando economia e ampliando o tempo de vida útil do aterro”, destaca a secretária municipal de Meio Ambiente, Giselle Pfeifer.

Para o diretor municipal de Resíduos Sólidos, Willian de Oliveira, o município se esforça para cumprir a legislação. “Estamos fazendo corretamente a lição de casa e essa nota é um reconhecimento a esse trabalho”, observa.

No aterro municipal, sem custos aos munícipes, também pode ser feito o descarte de pneus velhos. Em um local específico para esta finalidade, esse material é armazenado para posterior coleta de uma empresa especializada, sem custo aos cofres públicos. O aterro está localizado na Rodovia Fausto Santomauro, na altura do quilômetro 3 e o recebimento dos pneus acontece de segunda à sexta-feira, das 8 às 11 horas e do meio-dia às 16 horas.

“Temos o cadastro de todas as borracharias da cidade, que levam pneus velhos ao barracão do aterro. Munícipes também podem levar ao aterro ou em um dos seis ecopontos da cidade, que funcionam todos os dias da semana e dessa forma, além da destinação correta, toda a cidade colabora com o combate contra a dengue”, explica Willian de Oliveira.

O aterro sanitário de Rio Claro funciona de segunda a sábado, das 7 horas à meia-noite, e recebe cerca de seis mil toneladas de resíduos por mês, sendo 80% de resíduo domiciliar e 20% industrial, depositados separadamente.

Anuncie aqui