Reunião nesta terça-feira foi feita através de videoconferência. Clubes definiram parâmetros para retorno às atividades — Foto: Reprodução CBF
Anuncie aqui

Maioria dos dirigentes estabelece dia 2 de maio para retorno às atividades após mês de férias para atletas. CBF vai distribuir orientações e recomendações para todos clubes

Paralela à reunião das federações com a cúpula da CBF, a Comissão Nacional de Clubes se reuniu nesta tarde por videoconferência e, por decisão unânime, decidiu pelo fim de férias de atletas. A data de retorno das atividades – da maioria dos clubes – está marcada para o dia 2 de maio, mas alguns já vão voltar dia 1º de maio (sexta-feira).

O país registrou o recorde de óbitos nas últimas 24h. Foram 474 mortes. O Brasil tem 71.886 casos, com 5.017 mortes, segundo informações desta terça-feira do Ministério da Saúde

Anuncie aqui

A CBF vai distribuir aos clubes o protocolo nacional de retorno progressivo dos treinos para cada clube tentar adaptar à sua realidade. Ainda há necessidade de liberação das autoridades estaduais, que não recomendam aglomerações. Por isso, num primeiro momento, os atletas podem seguir com atividades dentro de suas casas. Porém, uma outra reunião, esta da Comissão Nacional de Médicos, que vai definir ajustes para cada realidade ainda nesta noite de terça-feira.

No Rio, o Fluminense vai comunicar aos atletas retorno das atividades – neste momento, “home training” – dia 1º de maio. Por enquanto, os outros clubes grandes cariocas ainda não se manifestaram.

Em Curitiba, o Paraná marcou o dia 4 para retorno das atividades, também com cada jogador em suas casas no primeiro momento. No dia 11, a intenção é o retorno ao treino presencial. O Athletico ainda espera as autoridades de saúde para definir este planejamento.

Por sua vez, o Coritiba marcou dia 1º de maio para volta das férias. O Coxa tenta autorização para treinar no campo já e pediu aos jogadores para retornarem para Curitiba.

Em Goiânia, os clubes aguardam sinalização da Federação Goiana de Futebol, mas projetam o dia 4 de maio como possível retorno aos treinos.

Mais cedo, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, e o secretário-geral Walter Feldman, se reuniram com presidentes de federações estaduais. Ouviram intenções de retorno de atividades de pelo menos duas federações. Paraná e Santa Catarina querem voltar aos jogos dia 16 de maio.

O protocolo da CBF será distribuído aos clubes – está pronto e aprovado pela diretoria da entidade nacional do futebol, mas passou por últimos ajustes.

Também houve orientação sobre a compra de testes para coronavírus. A CBF quer testar todos atletas, estafe e pessoas da convivência desse grupo em todo o país. Os clubes vão fazer a própria aquisição de testes. Cada teste varia entre R$ 150 a R$ 250.

Fonte: globoesporte.com

Anuncie aqui