Foto - Marcello Casal JrAgência Brasil
Anuncie aqui

O prazo final para a entrega da declaração de Imposto de Renda foi prorrogado para o dia 30 de junho. O anunciou foi feito na quarta-feira (1º) pelo secretário da Receita Federal, José Barroso Tostes Neto.

Segundo o secretário, o motivo do adiamento foram os relatos de contribuintes confinados em casa com dificuldades em obter documentos na empresa ou de conseguir recibos com clínicas médicas para deduzirem gastos.

Anuncie aqui

Até a terça feira (31), a Receita recebeu quase 9 milhões de declarações, 27% do esperado.

Sobre a possibilidade de rever o cronograma de restituição para quem já entregou a declaração, o secretário disse que ainda vai reavaliar a medida.

Neste ano, a Receita tinha reduzido para cinco o número de lotes de restituição, e antecipado o primeiro lote de 15 de junho para 30 de maio.

Tostes também anunciou a total desoneração, por 90 dias, do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito.

A última medida anunciada pelo secretário foi o adiamento das contribuições de abril e de maio para o PIS, Pasep, Cofins e da contribuição patronal para a Previdência Social, paga pelos empregadores.

Fonte: EBC/Agência Brasil

Anuncie aqui