Marco Antônio Silva (Itesp), Luciano Bonsucesso, secretário de Justiça e Cidadania Paulo Dimas Mascaretti, deputado Marcos Damásio e assessor parlamentar Marco Peres
Anuncie aqui

O sonho de receber a escritura da casa própria está próximo de se tornar realidade para as famílias que residem nos bairros Jardim Bonsucesso e Novo Wenzel.

A informação é do vereador Luciano Bonsucesso que esteve no último dia 20 de fevereiro, na Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, em São Paulo, com o deputado estadual Marcos Damasio. Na oportunidade, documentos apresentados comprovaram que a regularização fundiária desta região é possível.

Nesta semana, o Instituto de Terras do Estado de São Paulo, o Itesp, através do seu diretor executivo Claudemir Peres, encaminhou ofício a Luciano Bonsucesso informando que o protocolo de intenções foi aprovado. De acordo com ele, este é o instrumento jurídico à celebração de convênio do Programa Minha Terra para fins de regularização dos imóveis citados na solicitação. Peres acrescenta no documento que a regularização está prevista em decreto estadual e sinaliza para a próxima etapa.

Anuncie aqui

“A partir da celebração deste convênio com a Prefeitura de Rio Claro os próximos trâmites do processo terão início, entre eles o levantamento técnico para a delimitação da área”, afirmou o diretor executivo.

Ciente da importância da regularização dos imóveis para as centenas de famílias que moram nos bairros Bonsucesso e Novo Wenzel, Luciano Bonsucesso enviou ofício ao prefeito João Teixeira Junior no qual solicita brevidade nos trâmites locais. No documento ele ressalta que esta é “a oportunidade real de regularizar os bairros e levar a tão sonhada certidão para as famílias”.

Luciano Bonsucesso agradece o suporte da Assembleia Legislativa de São Paulo, a Alesp, nesta ação, através do deputado estadual Marcos Damasio, e agora segue no aguardo da manifestação por parte da Prefeitura de Rio Claro. “Esperamos que este convênio seja celebrado o quanto antes. Estamos próximos de fechar toda a documentação necessária para que o processo possa ser concluído”, finalizou o vereador.

 

Anuncie aqui