Com mais de 250 presentes e ilustres, Papa Francisco apresenta Sabedoria das Idades para o público de São Paulo

Na última terça-feira, dia 06 de novembro, o Colégio São Luís celebrou um momento memorável. A nova obra do Papa Francisco, intitulada Sabedoria das Idades, foi lançada em evento temático e contou com a presença ilustre de convidados especiais. Entre eles estavam o bispo emérito de Duque de Caxias, Dom Mauro Morelli, o reitor do Colégio São Luís e diretor do Pateo do Collegio, Padre Carlos Alberto Contieri, o diretor geral e editor de Edições Loyola, Padre Danilo Mondoni, o casal coordenador de casos especiais da pastoral familiar da Arquidiocese de São Paulo, Simone e Bráulio Gonçalves, e Ana Carolina Santos Cruz, a garota membro do Movimento Eucarístico Jovem, que em 2015 deu gargalhadas junto de Sua Santidade durante evento no Vaticano. Quem também marcou presença foi a Dona Ludovina, uma das idosas brasileiras que teve relato publicado na versão internacional do livro e que o Papa Francisco comentou na obra.

Emocionante, o evento contou com a participação de mais de 250 pessoas, que prestigiaram o lançamento em São Paulo da obra. Os participantes também ouviram sábias palavras dos convidados participantes da mesa e se emocionaram com os vídeos de apresentação do livro, que revela histórias de diversos idosos, de todos os cantos do Brasil e do mundo. Os exemplares de Sabedoria das Idades foram vendidos, juntamente com o livro infantil Querido Papa Francisco, com ambos os títulos como parte da visão do próprio Papa Francisco de um diálogo entre gerações. “Hoje, os jovens precisam dos sonhos dos idosos para terem esperança num futuro. Os mais velhos e os jovens avançam juntos e precisam uns dos outros.”, afirma o Pontífice no prefácio do novo livro.

Sobre o autor: Papa Francisco (Jorge Mario Bergoglio) nasceu em 17 de dezembro de 1936 em Buenos Aires, Argentina. Foi eleito papa em 13 de março de 2013. É o primeiro papa jesuíta, o primeiro papa das Américas, o primeiro papa do hemisfério sul e o primeiro papa não europeu em mais de mil e duzentos anos. Por suas palavras e orações, deixa claro seu amor genuíno pela humanidade, sua preocupação pelo pobres e marginalizados e seu compromisso de construir pontes entre pessoas de crenças diferentes.