Em reunião com Comissão Pró-hospital, prefeito Juninho anunciou projeto para doação de área.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, anunciou que a prefeitura de Rio Claro pretende doar uma área de aproximadamente seis mil metros quadrados, localizada no bairro Residencial Vila Verde, para a construção de um hospital público regional e o empenho político para pleitear recursos financeiros nos governos federal e estadual.

“Vamos encaminhar à Câmara Municipal projeto para doação da área”, informou Juninho durante reunião na manhã desta sexta-feira (12) com membros do Movimento Pró-Hospital Público Regional de Rio Claro, que em 2013 colheu mais de 20.000 assinaturas pedindo a construção do hospital.

Na reunião, que também teve a presença da secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, o prefeito reafirmou seu compromisso de apoio à proposta. “Vamos interferir politicamente no sentido de conseguir a participação dos governos federal e estadual neste pleito que não é só de Rio Claro, mas de toda a região”, afirmou, ressaltando que “é uma grande caminhada, mas com a união de todos, temos a expectativa de sucesso”.

O consenso entre os participantes da reunião é que o município sozinho não dispõe de recursos financeiros para construir e equipar o hospital. “Temos que ter a racionalidade de saber que para chegar onde se quer é preciso vencer etapas”, observou Maria Clélia.

O vereador André Godoy, presidente da Câmara Municipal, também apoia a iniciativa. “Sabemos da importância do projeto do hospital público regional. A Câmara Municipal estará sempre junto nesta ação, como já fez em todas as iniciativas do governo municipal que trazem benefícios para a comunidade”, afirma André Godoy.

O padre Cândido Mariano disse que a conquista do terreno é o início da concretização de um sonho da população. “A área é algo de concreto que a sociedade pode ver e nos ajudar a viabilizar esse projeto”, declarou. “Estamos trabalhando há seis anos nesse projeto que agora teve um grande avanço”, reforçou Aguinaldo Fiório.

Também participaram da reunião o secretário municipal da Habitação, Andersonn Golucci; o ouvidor municipal Ricardo Naitzke; César Borgi, Cherubin da Silva Filho, Hilda de Lourdes Uhlmann e Carolina Lara, representantes do Movimento Pró-Hospital.