Foto Ilustrativa
Anuncie aqui

Inquérito reforça apurações sobre poluição de rios na região

O promotor de Justiça Gilberto Porto Camargo apura em inquérito civil instaurado no dia 7 de outubro notícias de má qualidade da água servida à população de Rio Claro pelo Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE).

Ele apura ainda negligência do Poder Público Municipal na adoção das medidas necessárias para a contenção do problema. Aos jornais locais, desta vez, moradores têm reclamado da coloração  da água que jorra das torneiras.

Anuncie aqui

Essa ação intensifica investigações já existentes para apurar fontes de poluição nos recursos hídricos que abastecem o município, como os rios Ribeirão Claro (responsável pelo abastecimento de água de 40% da população rio-clarense) e Corumbataí (responsável pelo abastecimento de água de 60% da população rio-clarense).

Fonte: Ministério Público do Estado de São Paulo

Anuncie aqui