Anuncie aqui

Rio Claro e municípios da microrregião querem melhorar acesso aos serviços do HR de Piracicaba.

O município de Rio Claro lidera movimento com outras cidades da região em busca de mais recursos para o Hospital Regional de Piracicaba e ampliação dos serviços oferecidos pela unidade. O assunto foi tema de reunião realizada na quarta-feira (11) com participação do prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e representantes das prefeituras de Ipeúna, Santa Gertrudes, Itirapina e Corumbataí.

Os gestores apresentaram solicitação conjunta para que o governo estadual injete mais recursos no hospital para que ele possa funcionar em plena capacidade e, assim, amplie o atendimento aos municípios da região. Outro pedido foi para que o hospital seja credenciado no Ministério da Saúde e possa receber aporte financeiro do governo federal colaborando com a manutenção e custeio da unidade que hoje são feitos somente pelo estado.

Anuncie aqui

“Essa é uma demanda importante que envolve várias cidades que dependem do hospital para atender a população. Temos que unir esforços em torno desse objetivo comum que é ampliar o atendimento no hospital para complementar os serviços já realizados pelos municípios”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, que participou da reunião com a secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, e a chefe de gabinete da Fundação de Saúde, Amanda Servidoni da Silva. “O hospital está subutilizado e se colocado em pleno funcionamento vai agilizar os atendimentos de quem espera atendimento”, acrescenta Juninho.

Os pedidos foram feitos aos representantes da Fundação da Área de Saúde de Campinas (Fascamp), que administra o hospital regional por meio da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Agora, as solicitações serão formalizadas em ofício que será assinado pelos prefeitos e entregue aos administradores do hospital. “O hospital foi criado para complementar os serviços de saúde dos municípios, por isso precisamos desse respaldo do governo estadual para melhorar o acesso aos serviços agilizando o atendimento das demandas”, destaca Maria Clélia.

Com capacidade total de 132 leitos, hoje o hospital tem apenas 60 funcionando. Na reunião de quarta-feira (11), os gestores municipais pediram também a ampliação dos leitos de internação. “Em nossa regional de saúde, a região de Rio Claro é a que menos tem leitos SUS, por isso estamos solicitando empenho dos prefeitos e apoio do governo estadual para conseguir mais recursos para o hospital e colocá-lo em pleno funcionamento”, explica Maria Clélia.

O hospital regional foi inaugurado em março do ano passado para ser unidade de referência em atendimento especializado para os 26 municípios do Departamento Regional de Saúde de Piracicaba (DRS X). Também participaram da reunião Eliana Ronque, do DRS X; o médico ortopedista Pedro Augusto Pontin, superintendente do hospital regional; e representantes dos municípios.

Anuncie aqui