Anuncie aqui

Mais de 220 mil foram infectados e mais de 10 mil morreram por causa do novo coronavírus em todo mundo, segundo universidade americana; EUA suspendem emissão de vistos

 

Anuncie aqui

Mais de 220 mil foram infectados e mais de 10 mil morreram por causa do novo coronavírus, o Sars-Cov-2, em todo o mundo, de acordo com a universidade americana Johns Hopkins.

Nos Estados Unidos, 44 milhões de moradores da Califórnia foram orientados a não deixar suas casas para evitar a propagação do vírus. É o primeiro estado com iniciativa desse tipo em território americano. No país inteiro, mais de 14 mil foram infectados, ainda segundo a universidade.

O país suspendeu a emissão de vistos em todo o mundo. 

E o governo está mudando seu dia de declaração de impostos de 15 de abril para 15 de julho, de acordo com o secretário do Tesouro, Steve Mnuchin. O tempo adicional será para registrar e fazer pagamentos sem juros e multas.

De acordo com o Ministro de Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard, a fronteira com os EUA foi parcialmente fechada. O pedido é para que as pessoas com viagens de turismo adiem suas visitas, limitando o trânsito apenas para quem precisa trabalhar.

 

Austrália decidiu fechar os acessos a comunidades aborígenes remotas com o objetivo de evitar que o Covid-19 atinja populações vulneráveis, que poderiam ser devastadas rapidamente.

As autoridades australianas também estão rastreando mais de 2,6 mil pessoas que desembarcaram de um navio da Ruby Princess na quinta-feira (19), depois que três passageiros e um membro da tripulação tiveram resultado positivo para Covid-19, a doença provada pelo novo coronavírus.

Todos os passageiros foram convidados a passar 14 dias em quarentena em casa, mas as autoridades querem que elas sejam informadas de que foram registrados casos da doença entre os que estavam no cruzeiro.

 

Mortes pelo mundo

Terceiro país no mundo com mais infectados pelo novo coronavírus, o Irã anunciou que o número de mortos pela doença aumentou 149 nesta sexta-feira, chegando a 1.433 vítimas fatais. A informação, divulgada por um porta-voz do Ministério da Saúde, vai de encontro aos números alarmantes no país: são mais de 19 mil infectados, atrás apenas de China e Itália.

 

A Espanha chegou ao número de 1.002 mortos em decorrência da Covid-19. Já são quase 20 mil infectados no país, de acordo com dados do Ministério da Saúde espanhol. É o quarto país na lista dos mais infectados com a doença, abaixo apenas dos três citados acima. Houve um aumento de 30% nas mortes nas últimas 24 horas, com novas 235 vítimas fatais.

 

Na Alemanha, os números também subiram nas últimas 24 horas. Das 31 mortes totais pelo vírus desde o início da pandemia, as últimas 11 foram recentes. O número de infectados saltou 2.958 nas últimas horas, chegando a um total de 13.957 pessoas com Covid-19. É o quarto país com mais doentes do mundo todo.

 

Restrições e mudanças ampliadas

A Áustria ampliou as medidas restritivas no país até o dia 13 de abril. O anúncio foi feito pelo chanceler Sebastian Kurz. O país já registrou mais de 2.200 casos do Covid-19 e seis mortes pela pandemia global. As severas medidas de restrição de circulação começaram na última segunda-feira, em resposta ao aumento dos casos no país.

O Palácio de Buckingham anunciou que a cerimônia de troca de guarda nos palácios da Rainha Elizabeth II foi adiada e ainda não tem nova data para acontecer, na tentativa também de conter o avanço do surto de Covid-19.

 

Fonte: G1

 

 

Anuncie aqui