Anuncie aqui

Por 11 votos a 7 o processo foi arquivado.

Na sessão ordinária desta segunda-feira (15), a Câmara Municipal de Rio Claro rejeitou o pedido de cassação do mandato do prefeito João Teixeira Junior (DEM), o Juninho da Padaria.

Com isso o processo foi arquivado por 11 votos a 7.

Anuncie aqui

Votaram a favor da abertura da petição os vereadores: Maria do Carmo Guilherme, Luciano Bonsucesso, Rafael Andreeta, Rogério Guedes, Yves Carbinatti, Thiago Yamamoto e Anderson Christofoletti.

Votaram contra a abertura os vereadores: Adriano LaTorre, Júlio Lopes, Ney Paiva, Seron, Paulo Guedes, Carol Gomes, Hernani Leonhardt, Val Demarchi, Pereira e Irander Augusto.

Caso

O documento que contém 13 páginas enumera diversas ações referentes ao Departamento Autônomo de Água e Esgoto (DAAE), como a falta de transparência com informações solicitadas pelos vereadores, informações de interesse público, empréstimo de R$ 5 milhões que o Executivo pretende fazer, o valor de R$ 76 milhões referente a inadimplência, entre outros fatores que assinalam uma má gestão da atual administração, como a promessa da retirada da taxa de iluminação, a qual não foi discutida até o presente momento.

A denúncia apresentada e assinada por um advogado, se baseava nos artigos 4º e 5º, e seus incisos, do Decreto-lei nº201/67 de Fevereiro de 1967.

Anuncie aqui