Anuncie aqui

O Rotaract Club de Limeira reuniu atendidos de quatro entidades que trabalham com pessoas com deficiências em um Carnaval Inclusivo no último sábado, 15 de fevereiro. Participaram da matinê a Associação Amigos Especiais de Limeira (AEL), a Associação Integrada de Deficientes e Amigos (AINDA), Associação Limeirense de Autismo Mundo Melhor (Alamm) e o projeto LIA – Lazer, Inclusão e Acessibilidade.

Esta foi a segunda edição do baile de Carnaval que tem o intuito de promover o intercâmbio entre os atendidos e familiares. Ao ritmo de marchinhas, divertiram-se pessoas com síndrome de Down, autismo e cadeirantes com diferentes deficiências. “Eu achei incrível, pois geralmente cada entidade realiza eventos em seu próprio universo e aqui conhecemos realidades diferentes”, disse Ivonete Sampaio, da AEL.

Anuncie aqui

Os jovens do Rotaract Club de Limeira animaram o baile com músicas, distribuição de enfeites, brincadeiras e guloseimas. Tudo o que usaram foi fruto de doações que o clube buscou durante o mês de janeiro junto ao comércio de Limeira.

A empresa Encante-se levou personagens para a matinê. A animação dos atendidos com a Branca de Neve, com o Mickey e o Homem Aranha emocionou a todos. Uma das mais animadas da matinê era Ana Nellei De Michielli Meyer, que tem síndrome de Down. “Ver o Mickey era o meu sonho! Fiquei muito feliz”, contou.

O Carnaval Inclusivo é um dos destaques da programação do Rotaract Club de Limeira. Em 2018, o projeto foi um dos finalistas da competição distrital que reconhece as melhores iniciativas do ano. “A mensagem para estes jovens do Rotaract é para que não desanimem e continuem protagonistas em áreas para as quais boa parte da sociedade fecha os olhos”, alertou Kédima Silva, gerente da AINDA.

Anuncie aqui