Anuncie aqui

Houve redução também dos indicadores de furtos e roubos de veículos, a banco e de carga, na comparação com igual mês em 2018

O Estado de São Paulo fechou o sétimo mês do ano com redução nos casos e vítimas homicídios dolosos e latrocínios, se comparados com igual período de 2018. Houve queda ainda nas ocorrências de roubos a banco e de carga, além de roubos e furtos de veículos. Os casos de estupros também caíram no mês. Os dados completos com os indicadores do mês estão disponíveis no site da Secretaria de Segurança Pública.

Com recuo de 24,5%, os casos de homicídios dolosos passaram de 245 para 185. O número de vítimas reduziu 26,4%, com 69 vidas poupadas. Os totais são os menores da série histórica, iniciada em 2001. Houve queda também nos indicadores do interior do Estado.

Anuncie aqui

Com as variações, as taxas dos últimos 12 meses (de agosto de 2018 a julho de 2019) caíram para 6,29 casos e 6,61 vítimas de homicídios dolosos a cada grupo de 100 mil habitantes do Estado. Os índices são os menores já contabilizados pela série história.

Os latrocínios também reduziram no sétimo mês deste ano. Os casos recuaram 23,8%, com 16 ocorrências registradas no mês passado, contra 21 em igual período de 2018. A queda se estendeu para o número de vítimas, que reduziu 27,3% (de 22 para 16). Os índices são os menores da série.

Outra modalidade de crime que recuou em julho foi o estupro. Com oito casos a menos, a quantidade passou de 858 para 850. As extorsões mediantes sequestro ficaram zeradas pela primeira vez na série histórica.

Roubos e furtos

No sétimo mês de 2019, o Estado de São Paulo registrou queda nos roubos e furtos de veículo. Os roubos de veículo recuaram 19,6%, de 4.600 para 3.697, em números absolutos foram 903 a menos. O menor total da série.

Os furtos de veículos também diminuíram 6,1% em julho. A quantidade passou de 8.376 para 7.868, ou seja, 508 a menos. É a primeira vez que o indicador fica abaixo de 8 mil ocorrências no período.

Os roubos de carga registraram queda de 13,7%, de 729 para 629. A redução se estendeu para os roubos a banco que, com dois casos, tiveram o menor total da série.

Os roubos em geral subiram 7,1% no último mês, com variação de 1.452 casos a mais registrados desta natureza. Os furtos em geral tiveram alta de 5,3%, com 2.194 ocorrências a mais na comparação com julho de 2018.

Outros indicadores

O trabalho realizado pelas polícias Militar, Civil e Técnico-Científica no mês de julho deste ano resultou em 16.367 prisões. Trata-se de um aumento de 4,12% na comparação com o mês de 2019 – recorde para período.

No mês, 1.106 armas de fogos foram retiradas das ruas e 4.077 flagrantes de tráfico de drogas foram registrados.

Fonte: Governo o Estado de São Paulo

Anuncie aqui