Podem participar estudantes de escolas públicas ou privadas, dos ensinos Fundamental, Médio ou Técnico, de todo o País

Estão abertas até o dia 17 de maio as inscrições para a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR) 2019, que tem como objetivo estimular os jovens a ingressarem em carreiras científico-tecnológicas, identificar talentos para C&T, promover debates sobre o processo de ensino-aprendizagem brasileiro, além de disseminar e incentivar a robótica pelo Brasil. A Coordenadora Nacional da OBR 2019 é a professora Tatiana Pazelli, do Departamento de Engenharia Elétrica (DEE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
Podem participar da Olimpíada estudantes de qualquer escola pública ou privada, em todo o território nacional, desde o primeiro ano do Ensino Fundamental até o terceiro ano do Ensino Médio ou Técnico. As inscrições, que são gratuitas, devem ser realizadas por um professor responsável que incluirá no sistema online as informações de cada aluno inscrito.
A OBR possui duas modalidades: Prática e Teórica, voltadas tanto ao público que nunca teve contato com robótica quanto ao já iniciado na área. A Olimpíada promove competições práticas (com robôs) e provas teóricas em todo o Brasil. Os estudantes podem participar de apenas uma ou das duas modalidades.
Para participar da modalidade Teórica, o professor deve fazer a inscrição dos estudantes no Sistema Olimpo e indicar o nível – de 0 a 5 – de acordo com o ano escolar em que o aluno se encontra. A prova aborda conteúdos multidisciplinares baseados nas diretrizes da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) de cada nível escolar, aplicados à robótica. No dia 7 de junho, todos os participantes do Brasil vão fazer a prova em suas próprias escolas. O professor responsável imprime e aplica as provas, corrige com base no gabarito e envia as notas para a OBR.
Na modalidade Prática, uma equipe de 2 a 4 estudantes deve construir um robô (com qualquer material, kit de robótica ou sucata eletrônica), que seja capaz de realizar um desafio de resgate. Para fazer inscrição, o professor deve criar uma equipe no Sistema Olimpo, inscrever os estudantes na equipe, indicando o nível em que irão participar (0, 1 ou 2, de acordo com o ano escolar do integrante mais velho). As equipes inscritas vão competir em etapas regionais que devem acontecer entre junho e setembro. As equipes vencedoras podem passar às etapas estadual, nacional e chegar até a etapa internacional na Robocup. Todas as informações e as instruções para inscrições estão disponíveis no site da OBR (www.obr.org.br) e no Facebook (www.facebook.com/OBRobotica)