Anuncie aqui

A Justiça Federal por intermédio da 9ª Subseção Judiciária de Piracicaba/SP divulgou a sentença de 17 pessoas envolvidas por tráfico internacional de drogas, a qual foi apreendido mais de 1 tonelada de cocaína na cidade de Ipeúna, em meio a carga de pisos, que seria levada do porto de Santos até Portugal. Entre os envolvidos estão dois rio-clarenses: Walter Fernandes e Marcelo Thadeu Mondini.

De acordo com a sentença consta que o Departamento da Polícia Federal deflagrou uma operação investigativa denominada “Operação Beirute” com a finalidade de apreender os responsáveis pela importação e distribuição no Brasil e exterior de cocaína.

Anuncie aqui

Na operação foram apreendidos três cargas de entorpecentes, totalizando quase 1 tonelada e meia de cocaína, pela qual seus integrantes receberiam caso chegasse a seu destino (Europa) a quantia de 60 milhões de dólares.

Neste esquema a quadrilha tinha envolvidos nas cidades de Ponta Porã (MS), Curitiba (PR), Itapaci (GO), São Paulo (SP), Santos (SP) e Guarujá (SP).

Walter Fernandes teve a pena reduzida para 5 anos de prisão, pois foi beneficiado com a delação premiada. Já Marcelo Mondini foi condenado a 22 anos e 2 meses de reclusão. Eles respondem pelo crime de tráfico transnacional de drogas e organização criminosa com penas privativas de liberdade.

O Caso

A Polícia Rodoviária de Rio Claro apreendeu na noite do dia 7 de julho de 2014 uma tonelada de cocaína escondida em caixas de piso em uma transportadora na cidade de Ipeúna (SP).  A droga estava em um caminhão que era investigado há meses pelos policiais. Na ocasião dois homens foram presos com os entorpecentes, que foram levados à base da Polícia Federal em Piracicaba (SP).

Anuncie aqui