Anuncie aqui

Município aguarda governo estadual liberar novo lote de vacinas

As unidades de saúde de Rio Claro tiveram na quinta-feira (26) movimento intenso de idosos e profissionais de saúde que foram ser vacinados contra a gripe. O mesmo aconteceu nos três pontos de vacinação por sistema de drive-thru, onde 2.200 doses da vacina foram aplicadas. Ao todo foram vacinados nesta quinta-feira 9.900 idosos e profissionais de saúde, número que equivale ao total de doses da vacina recebido neste segundo lote pelo município. Com isso as vacinas contra a gripe estão esgotadas.

“A quantidade de doses destinada ao município é determinada pelo Grupo de Vigilância Epidemiológica (GVE) de Piracicaba, órgão da Secretaria de Estado de Saúde”, observa Maurício Monteiro, secretário municipal de Saúde, ressaltando que a procura pela vacina está bem acima do que foi registrado nas campanhas de anos anteriores.

Anuncie aqui

Na segunda-feira (23), primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, 9.400 doses da vacina se esgotaram em poucas horas nas unidades de saúde da cidade.

Agora o município aguarda posicionamento do governo estadual para a liberação de novas doses da vacina. A campanha vai até o dia 22 de maio. “Todas as pessoas incluídas nos grupos indicados para a vacina serão imunizadas”, destaca o secretário Maurício.

Conforme estabelecido pelo Ministério da Saúde, a segunda fase da campanha ocorrerá entre 16 de abril e 8 de maio. Nessa etapa serão vacinados os professores das escolas públicas e particulares, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, independente da idade, além dos profissionais das forças de segurança e salvamento, mediante comprovação de que faz parte desse grupo.

De 9 a 22 de maio será realizada a terceira fase da campanha para vacinação de crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes (em qualquer período gestacional), puérperas (até 45 dias após o parto), população indígena, indivíduos de 55 a 59 anos, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, e pessoas com deficiência.

Anuncie aqui