Anuncie aqui

Medida segue resolução da Ares-PCJ e visa garantir o bem-estar dos consumidores e dos profissionais que fazem a leitura dos aparelhos.

O Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) de Rio Claro começa a adotar neste mês de abril uma nova medida para auxiliar na prevenção de contágio pelo coronavírus, alterando o método de cobrança do consumo de água em imóveis com hidrômetros instalados na parte interna das residências.

A partir deste mês, o cálculo de consumo nesses imóveis será feito pela média do consumo de água dos últimos três meses. O objetivo é que não haja contato físico do leiturista com o cliente ou o equipamento.

Anuncie aqui

“Quando o hidrômetro estiver dentro do imóvel, as faturas serão emitidas com base na média aritmética dos consumos faturados no trimestre anterior”, explica o superintendente do Daae, Paulo Roberto Bortolotti, ressaltando que a medida segue a resolução da Agência Reguladora Ares-PCJ, nº 345, de 23 de março de 2020.

A autarquia esclarece ainda que a mudança tem como objetivo garantir o bem-estar dos moradores e dos profissionais que fazem a leitura dos hidrômetros, sem colocar em risco a saúde dos profissionais e dos consumidores. Em Rio Claro, esse trabalho é feito pela BRK Ambiental.

O Daae informa ainda que, caso clientes não optarem pela cobrança feita com a média do consumo dos três meses anteriores, podem apresentar a leitura atual do medidor pelo e-mail [email protected].

Nesse caso, será necessário informar o endereço completo, o número da ligação e enviar uma foto do medidor com a leitura realizada na data prevista para a leitura. Essa informação está contida na última fatura recebida. A atualização da medição será feita e uma nova fatura será encaminhada para o e-mail do cliente.

Para residências em que o hidrômetro está instalado do lado externo a apuração seguirá normalmente.

Anuncie aqui