Lance da partida entre Rio Claro e Corinthians, pelo NBB, no ginásio Felipe Karam — Foto: Marfim Fotos/Divulgação
Anuncie aqui

Alvinegro domina maior partida do jogo, faz 82 a 73 e alcança a terceira colocação; time local continua em 13º

O Corinthians subiu para a terceira colocação na classificação do NBB ao vencer a quarta partida, desta vez por 82 a 73 sobre o Rio Claro, nesta terça-feira à noite, no ginásio Felipe Karam. O alvinegro mostrou muita força ofensiva e um aproveitamento excelente nos arremessos.

Agora, o Timão foi a 12 pontos, chegando ao terceiro posto. Já o Rio Claro continua na 13ª colocação, com uma vitória em seis jogos disputados. O Alvinegro volta à quadra só no dia 19 pelo NBB, faz o clássico local contra o Paulistano, às 20h, no Ginásio Wlamir Marques, na Fazendinha. O Rio Claro só no dia 21, às 19h, contra o Mogi das Cruzes, fora de quadra.

Anuncie aqui

O destaque da partida foi o ala Sahdi, do Rio Claro, com 22 pontos marcados, seguido por Nesbitt, do Corinthians, com 17. O time da casa ainda teve o líder de rebotes, Gerson, com oito, enquanto que Pecos, do Timão, liderou as assistências, com sete.

O Jogo

Mesmo jogando em casa e exercendo uma forte pressão na marcação, o Rio Claro percebeu que teria grandes dificuldades diante do Corinthians. Para começar, o pivô Nesbitt conseguiu chegar até o fim do primeiro quarto com 100% de aproveitamento, nove pontos .

Depois dos três minutos muito disputados no primeiro quarto, o Timão começou a desgarrar. Vezaro e Artur Pecos estavam em um bom momento em quadra e fechou o placar em 28 a 20.

No segundo quarto, o Corinthians retomou ainda mais vibrante. Com uma marcação muito boa de Teichmann nos rebotes e nas roubadas de bola, o Timão abriu 20 pontos faltando quatro minutos para o fim do primeiro tempo. Contudo, Rio Claro tinha Sahdi que, em uma atuação d emuita garra, marcou 11 pontos e ajudou a encurtar a vantagem para 16 pontos, final do primeiro tempo 48 a 32 para o Corinthians.

O início do terceiro quarto começou com 10 minutos de atraso por uma falha no placar eletrônico. O time da casa consertou não só o placar, mas o desempenho em quadra. Ao menos no início, Rio Claro fez a reação que a torcida esperava. O período foi marcado muitos erros de arremessos dos dois lados. O Rio Claro abriu 7 a 5, mas, depois que do tempo técnico pedido para o Corinthians, voltou a sofrer com as investidas alvinegras. Fuller e Nesbitt estavam impossíveis, mas não conseguiram evitar a derrota no terceiro quarto por 15 a 11, reduzindo a vantagem para 12 pontos: 59 a 47.

Com um começo de quarto final avassalador, o Rio Claro mostrou que ainda estava vivo na partida. Ruiz encaixou dois arremessos da linha de três na sequência e, em três minutos, o time conseguiu diminuir a vantagem para sete pontos, levantando a torcida no Felipe Karam.

Mas o Corinthians tinha Teichmann insaciável nos rebotes e o Corinthians, mesmo sem Nesbitt, estourado por faltas individuais ainda faltando dois minutos, conseguiu reduzir a desvantagem do marcador do quarto (23 a 20) e fechou a partida com a vitória por 82 a 73.

Fonte: globoesporte.com

Anuncie aqui