Anuncie aqui

Iniciativa visa conscientizar a população sobre a importância da acessibilidade nas calçadas.

Moradores da região do bairro Terra Nova, em Rio Claro, puderam conhecer o projeto “Calçada Acessível”, que incentiva e orienta a população a manter o passeio público em boas condições de acessibilidade. A apresentação do projeto foi feita no Centro de Referência de Assistência Social (Cras) por Paulo Meyer, assessor municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, e Leonardo Andrade, gerente de Planejamento Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. “Nosso objetivo é conscientizar os moradores sobre a importância de manter as calçadas em boas condições de acessibilidade com simples ações do dia a dia”, explica Paulo Meyer.

Atitudes simples podem fazer toda a diferença para o deslocamento seguro das pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida, e até mesmo mães com carrinhos de bebê. Uma delas é colocar lixo em local e horário correto para a coleta. Outra dica é não depositar entulhos ou qualquer material que possa obstruir a passagem. “Uma calçada acessível é aquela que permite a mobilidade urbana de todas as pessoas, incluindo as com deficiência. A adequação das calçadas é essencial para a integração de toda a população ao ambiente urbano”, destaca Meyer.

Anuncie aqui

Além da acessibilidade nas calçadas, outro tema abordado foi o plantio adequado de árvores no passeio público. De acordo com Leonardo Andrade, existem espécies com porte adequado para esses locais quando adultas. “É importante que as pessoas primeiramente se informem sobre a espécie adequada para o local e as demais regras antes de realizar o plantio”, orienta Andrade. Dicas de plantio e outras informações podem ser obtidas no “Guia de Arborização Urbana” que pode ser acessado online pelo endereço https://www.rioclaro.sp.gov.br/servicos/verdeazul/guia_arborizacao2018.pdf.

No final da apresentação no Cras foi aplicado questionário aos participantes com o objetivo de fazer um diagnóstico sobre a realidade do bairro em relação à acessibilidade das calçadas. “Essa é uma ferramenta que utilizamos para ouvir a opinião da comunidade sobre o tema, o que pode nos ajudar na proposição de futuras políticas públicas”, informa Meyer.

O município tem uma cartilha sobre acessibilidade e meio ambiente que a população pode ter acesso gratuitamente através do link encurtador.com.br/oyI28. O documento foi produzido pela Secretaria do Meio Ambiente em parceria com a Assessoria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Anuncie aqui