Anuncie aqui

Município totaliza 44 adesões ao Proderc, que somam R$ 285,9 milhões em investimentos e quase 1.700 empregos diretos.

Representantes da prefeitura de Rio Claro e de seis empresas assinaram nesta sexta-feira (29) termos de adesão ao Proderc (Programa de Desenvolvimento de Rio Claro), que oferece isenções fiscais para empresas que queiram se instalar ou já estejam instaladas no município. Juntas, as empresas vão investir R$ 11,4 milhões com previsão de gerarem 92 empregos diretos no município.

“Sempre fico muito feliz em assinar Proderc porque significa que novos investimentos serão feitos na cidade movimentando a economia local, com geração de emprego e renda”, destacou o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, ao assinar os contratos. “Nossa administração trabalha para diminuir a burocracia e facilitar o caminho para os empresários que queiram se instalar na cidade e também aqueles que já estão instalados e querem ampliar seus negócios”, acrescenta.

Anuncie aqui

O secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento, Ricardo Gobbi e Silva, ressaltou a sinergia entre as empresas e o poder público. “Essa parceria é muito importante para que o empresário se sinta seguro para investir fazendo a economia girar”, disse.

Assinaram termo de adesão ao Proderc as empresas DPV que vai investir R$ 1,5 milhão e criar seis empregos, Traumec 1 (R$ 800 mil – 3 empregos), Traumec 2 (R$ 800 mil – 10 empregos), Grupo Andreta (R$ 3,8 milhões – 18 empregos), Cervejaria Prime Brew (R$ 3 milhões – 10 empregos) e V8 Auto Posto e Serviços (R$ 1,5 milhão – 45 empregos). Desde o início de 2017 até agora já foram assinados 44 contratos de Proderc que somam R$ 285,9 milhões de investimentos e criação de 1.666 postos de trabalho. “Estamos trabalhando para divulgar o Proderc e seus incentivos, e o programa tem sido bem recebido pelas empresas ampliando o número de adesões”, informou o diretor municipal de Desenvolvimento Econômico, Laerte Tebaldi Filho.

O empresário Alexandre Vilalobos Hernandes, da DPV, observou que o Brasil tem uma alta carga tributária e o poder público e empresários precisam trabalhar juntos em prol do desenvolvimento. “A cidade só cresce se tiver união. Somente o trabalho conjunto de empresas e poder público faz a economia girar”, destacou. José Maurício Andreta Junior, do Grupo Andreta, enalteceu a boa receptividade obtida em Rio Claro. “Nossa empresa está presente em 16 cidades e em nenhuma prefeitura fomos tão bem recebidos como em Rio Claro”, comentou.

Também participaram da assinatura os empresários Nelson Rosa, Paulo Caritá, Marco Matteoni e João Felipe Dalla Costa Matthiesen.

Anuncie aqui