Empresas interessadas podem acessar o decreto no site da prefeitura.

O prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, assinou na segunda-feira (4) o decreto que estabelece as regras sobre a Manifestação de Interesse Privado (MIP), o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) e o chamamento público para o projeto “O Futuro Já / Rio Claro+10”, que possibilitará implementar em Rio Claro tecnologias para uma “Cidade Inteligente”.

As empresas interessadas deverão obter autorização da prefeitura para participarem desse processo com apresentação de propostas, estudos de viabilidade, levantamentos e investigações sobre a infraestrutura da cidade. Os estudos vão fazer um diagnóstico do município, apontando as suas principais necessidades para se tornar uma “Cidade Inteligente”. “Nosso objetivo é buscar soluções inovadoras com o uso da tecnologia para promover o desenvolvimento econômico do município e melhorar a qualidade de vida da população”, comenta o prefeito Juninho da Padaria.

O decreto com as normas foi publicado na edição desta terça-feira (5) do Diário Oficial do Município, que pode ser consultado no site da prefeitura pelo do endereço www.rioclaro.sp.gov.br. “O projeto Rio Claro+10 tem a expectativa de transformar o município de Rio Claro em referência na América Latina como Cidade Inteligente, em parceria com a iniciativa privada”, afirma Juninho.

A utilização de novas tecnologias inclui a instalação de uma ampla infovia em toda a cidade, que poderá gerenciar o sistema de trânsito, a iluminação pública, ser utilizado em escolas e postos de saúde e oferecer outros serviços públicos. O Rio Claro+10 também prevê o melhor aproveitamento de áreas públicas, como as oficinas ferroviárias, aeroporto, Lago Azul, Floresta Estadual, entre outras. “Os estudos, elaboração de projetos e diagnósticos não terão custos ao município”, explica Francesco Rotolo, secretário municipal de Governo, Desenvolvimento Econômico e Planejamento.

O Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) será aberto pela prefeitura por meio de chamamento público, cujo edital será publicado nos próximos dias. O edital terá informações e prazos sobre como participar da seleção. A previsão inicial é de que a realização dos estudos dure até oito meses, com aplicação para os próximos dez anos. “Este é um grande projeto que vai colocar Rio Claro na vanguarda dos municípios atraindo novos empreendimentos e gerando riquezas para a cidade”, conclui Rotolo.